LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

sábado, 29 de janeiro de 2011

PROEJA-FIC - ENCONTRO EM TERESINA.

.
. .
Encontro para discutir o curriculum integrado do Curso PROEJA-FIC da Rede Certific realizado no Campus Zona Sul do IFPI, em Teresina, dias 20 e 21/01/2010. Da esquerda/direita: SÔNIA DA COSTA, Coordenadora Geral do CERTIFIC; EURÍDICE CARVALHO (DINDA), Professora do Zona Sul de Inglês; ALAN GOMES, Professor do Zona Sul de Filosofia e Diretor de Ensino, e eu enfeiando a foto.
. .
ÁUREO MOURA, Professor e Engenheiro Eletricista (porque elétrico é aquele que dá choque) e UESLLEI SOUSA, Técnico em Eletromecânica do Campus Floriano, participando do encontro.
.
.
Avaliadores do Programa CERTIFIC do Campus Floriano (esquerda/direita): Eu, UESLLEI, JULIANA LIMA, Assistente Social, ÁUREO, ODIMÓGENES S. LOPES, Professor de Matemática, IARA CAVALCANTE NOLETO, Pedagoga, e SÔNIA DA COSTA.
.
.
ODIMÓGENES apresentando sugestões para a elaboração do curriculum integrado do PROEJA-FIC, inclusive nosso campus terá a incubência de fazer o projeto para servir de modelo para todo o Brasil, ao lado da professora EDILEIDE OLIVEIRA, professora de Biologia e Coordenadora de Extensão do Campus Zona Sul.
.
.
Outros campi também participaram do encontro: Picos, Parnaíba. Na foto (esquerda/direita) temos: ENOI SANTOS, Pedagoga, JAISLAN HONÓRIO, professor de História (ambos do Campus Picos), e ALAN.
.
.
Para irmos além da inteligência contamos com a simpatia das professoras (esquerda/direita) IARA e EURÍDICE (DINDA).
.

.
JULIANA e ODIMÓGENES. Na volta do intervalo, descontração.
.

.
Almoço dos bons (esquerda/direita): SUZANA LAGO, Diretora Geral do Campus Zona Sul, ODIMÓGENES, SÔNIA, EDILEIDE e VÂNIA NOBILE Coordenadora Geral de Políticas Públicas do Programa CERTIFIC.
.
.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

BIFE CRU CEGA.

.
.
.
.
Certa vez estava no Theatro José de Alencar assistindo a um show de ALCEU VALENÇA. Uma pessoa inquieta gritava do terceiro pavimento para ALCEU cantar "Coração bobo" que era a sua música de sucesso do momento. Talvez a pessoa desejasse que o show terminasse antes do previsto, ou talvez simplesmente fosse apaixonada pela música. Ele parou num intervalo de uma música para outra e disse: "Quem é apressado come cru".
.
Estou contando isso porque fiz uma postagem chamada “Xadrez está na moda” e surgiu um comentário anônimo que mostra a lista das empresas e prefeituras que estão imbricadas na “Operação Geleira” da Polícia Federal. A prefeitura de Floriano não consta da lista, com isso o anônimo quis dizer que não há nada de errado em tal administração.
.
Qualquer pessoa bem intencionada sabe que o primeiro erro é a completa e total incompetência desse prefeito para administrar a nossa cidade. Segundo que quem tem de dizer que não há nada de errado são as instituições que estão investigando essa administração: Ministério Público Federal e Polícia Federal.
.
Caro “Anônimo”, coloco aqui para você a mesma sinceridade e sentimento de organização e planejamento do ALCEU VALENÇA no seu show. As etapas da operação não terminaram. E se mesmo assim o nome de tal prefeito, ou a sua administração, não aparecerem não é indulto de competência e lisura.
.
Você já esqueceu que a administração desse prefeito está sendo investigada pelo MP Federal e pela PF? Conforme Portal AZ e o Secretário Avelino Neiva.
.
E aguarde mais um pouco que teremos novidade na área de denúncia no âmbito federal. Você conhece um projeto do Ministério do Esporte chamado "Segundo Tempo"? Me passaram informações que algo está errado. Me contaram uma história cabeluda e pediram para aguardar os documentos.
.
Uma instituição federal está involuntariamente numa lista indevidamente. Ligaram, preliminarmente, para o Ministério do Esporte e já denunciaram que esta instituição não está realizando o projeto.
.
Então, não seja apressado. Vamos aguardar os trâmites legais. Me garantiram que o negócio é feio e o MP Federal vai se encarregar de mais essa denúncia gravíssima tal e qual a denúncia de falsificação de documento de obra federal, conforme já dito acima.
.
Confio no MP Federal e na PF para investigar e apresentar os resultados. Mesmo que demore um pouco.
.
Então Anônimo não deixe que coloquem um bife cru no seu olho para que ele sare a sua cegueira. Na verdade querem só tampá-lo. Não seja tão apressado, espere a carne cozinhar ou assar. Seus olhos não ficarão sarados com um bife cru e você pode queimar a sua língua se tentar comer antes da hora.
.
.

"OS PIRATAS".

.
.
.
O ALEXANDRE BRAZ é um dos titulares e organizadores do bloco de carnaval "Os Piratas". Por amizade publico o que ele está anunciando:
.
.
"Já estão à venda os abadás dos piratas 2011.
.
Interessados entrem em contato comigo através do telefone da sede do bloco: 89- 3521 3323
.
Abadás limitados.
.
Skol liberada na caneca.
.
A Skol já ta gelando.
.
Venha abrir o seu carnaval 2011 no Bloco "os piratas"
.
Sexta-feira de carnaval, 04 de março de 2011, venha e faça valer seu verdadeiro espírito pirata nessa aventura pelos sete mares da Princesa do Sul."
.
.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

MARIA DA GUIA. SAUDADES DE SUA ALEGRIA.

.
.

.
Ontem fiquei triste com a notícia do falecimento de MARIA DA GUIA (30/05/1963-24/01/2011). Pessoa alegre e brincalhona tinha bom humor e a capacidade de contaminar as outras pessoas. Sempre com o ar de disposta e pronta a agir cumprimentava a todos sorrindo.
.
As vezes eu sorria de suas histórias sem demonstrar que eu estava em mente com uma coisa diferente. Enquanto ela falava eu me perguntava como ela poderia ser um pouco nietzscheana sem saber o que isto significava.
.
Ela dizia sim à vida. Ela vivia aquilo que fazia de sua vida algo melhor, mesmo diante de algumas circunstância adversas. Não tinha o medo ou a vergonha imposta pela moral cristã que transforma as nossas vidas dizendo não a tudo, ou quase tudo. Quando desejamos algo, queremos algo que nos fará feliz logo vem a moral cristã e diz que é pecado.
.
Eu via nas histórias que a MARIA contava aquilo que a fez dizer sim à vida. E eu sorria mais disso (mesmo ela sendo cristã) do que das próprias histórias. Toda vez que ela me via na Rua 7 gritava lá da Galeria: "Meu vereador". E eu falava que nunca tinha sido e nem era vereador, mas ela não perdia a graça e dizia, "mas vai ser sempre, para mim, o meu vereador". Ela sabia como cativar aqueles de quem gostava.
.
Por tudo isso é que fiquei muito triste. E só fico triste com a morte das pessoas que realmente gosto. Fui ao seu enterro e chorei. A coisa mais difícil do mundo é eu chorar pela morte de alguém. Mas a MARIA me colocou de novo diante desse sentimento. Eu gostava dela, mas não sabia que poderia chorar pela sua morte. Eu que gosto tanto de sorrir me vi triste e chorando, talvez se ela me visse assim fizesse troça de mim. Como ela sabia fazer com muito humor.
.
Na foto acima podemos vê-la em duas situações: A primeira num dia qualquer quando eu conversava com ela e pedi para fotografá-la. A segunda (esquerda/direita) vemos sua amiga MARIA DE JESUS, a professora e prima dela EDMILSA SANTANA e ela. EDMILSA diz que MARIA era o seu braço direito, a sua amiga de todas as horas.
.
Deixou esposo e filhos. Certamente a sua espirituosidade quando nos fazia alegres nos fará lembrar sem tristeza de sua vida marcante, afirmativa.
.
.

MAU HUMOR OU MEDO DA VERDADE?

.
.
.
RICHARD RORTY (1931-2007) foi um Filósofo desses de verdade. Era Pragmatista e cunhou uma frase dentro do contexto de sua Filosofia autêntica que diz: "Se cuidarmos da liberdade, a verdade cuidará de si mesma".
.
DIÓGENES, O Cínico (412-323 a.C.) nos legou que a ironia é o que faz a verdade botar a sua cabeça para fora.
.
Desse modo se nos preocuparmos com a liberdade no lugar em que vivemos e utilizarmos a ironia como meio de fazer a verdade aparecer, certamente ela aparecerá. A liberdade, como disse RORTY, é imprescindível para a verdade e a ironia é um dos meios de fazermos o que é verdadeiro vir à tona (baseado em DIÓGENES). Então, quem não gosta da verdade necessariamente não gosta da liberdade. Ou porque é um sem graça ou porque tem alguma coisa a esconder.
.
Aprendi lendo DIÓGENES que a ironia é uma das melhores maneiras de provocarmos a verdade e assim trazê-la para nós. Tem gente que detesta a liberdade e atenta contra ela de muitas formas: usando de violência, fazendo-se de mal-humorado ou interpelando os outros através da Justiça. Mas ela, a verdade, pode ser buscada apesar da violência, do mal-humor ou mesmo da injustiça.
.
O que busco aqui é fazer um pouco do trabalho, com liberdade, de fazer a verdade botar a cabeça para fora para que as pessoas possam vê-la e abraçá-la dando-a boas vindas. Mesmo que às vezes tenhamos de procurá-la com uma laterna ao meio dia.
.
A gravura acima é da internet e procurar retratar DIÓGENES em sua tarefa de encontrar um homem de verdade.
.
.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

XADREZ ESTÁ NA MODA.

.
. .
Comentando sobre a possível (e desejável) segunda fase da operação "Geleira" da Polícia Federal o jornalista EFRÉM RIBEIRO disse que tem prefeito no Piauí que já está dormindo vestido para não ter de ser algemado e preso de pijama. Então, alguns prefeitos corruptos, que segundo o Deputado Estadual PAULO MARTINS (PT) são mais ou menos noventa por cento, estão de cabelo em pé. Estão a caldo de pinto, principalmente aqueles que não aguentam muita pressão.
.
Mas para quê desespero. Basta relaxar, se já roubou mesmo, e esperar os homens da PF às cinco da manhã. Pois às seis eles já estarão lá na porta. Assim preocupem-se com o estilo da roupa. Com a adequação da roupa à ocasião. Desse modo, para contribuir com alguma coisa nesse perrengue todo, deixo a dica acima de roupa para esta esperadíssima ocasião.
.
.

PIERROT APAIXONADO POR CARNAVAIS.

.
.
.
Reproduzo agora uma reportagem do portal Notícias de Floriano sobre o que poderá acontecer com o carnaval de 2011 em Floriano. As palavras que o Promotor de Justiça EDIMAR PIAUILINO usa na reportagem, tais como "burlar", "desvirtuamento", "inércia", para se referir a atual administração municipal reflete o setimento dos cidadãos florianenses em relação às prioridades sem prioridades escolhidas pela administração municipal.
.
Leia a reportagem aqui ou vá ao portal clicando no nome acima. A partir do que disse o Promotor você pode refletir sobre as vantagens e desvantagens do poder público financiar o carnaval.
.
.

"PROMOTOR PROÍBE REPASSE ÀS ESCOLAS DE SAMBA E FAZ CRÍTICAS A ATUAL GESTÃO.

Publicado em 21.01.2011

Agora é oficial. O Ministério Público Estadual proibiu o Município Florianense de disponibilizar recursos públicos às escolas de samba e a contratação de bandas e/ou trios elétricos destinados ao carnaval 2011 de Floriano. A recomendação foi feita pelo Promotor de Justiça Edimar Piauilino.

LEGALIDADE DO REPASSE

O documento é bem enfático ao afirmar que a verba destinada para o carnaval “é inadequada com a finalidade pública, incompatível com a destinação da Administração Pública”.

Segundo a recomendação, a realização do carnaval não configura interesse social, mas sim interesse governamental, nem sempre identificado com o interesse da sociedade.

“O carnaval é uma festa de lazer, subentende-se que o repasse ora destinado seria oriundo da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer, cujo valor orçamentário e de R$ 1.429.170,00, que uma vez descontados os valores repassados para o carnaval, comprometerá praticamente toda a sua rubrica. Entretanto, numa manifesta intenção de burlar os repasses, o município fez constar o repasse relativo ao carnaval nos elementos de despesa da Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, desvirtuando totalmente os fins de cada uma das rubricas orçamentárias”. Lembra o Promotor.

PRIORIDADES

Na recomendação, o Ministério Público lembra que a gestão do atual Prefeito Joel Rodrgues tem dado mais importância ao Carnaval em detrimento das crianças e adolescentes do Município, afirmando: A vulnerabilidade social a que os grupos sociais são desumanamente expostos, em razão da inércia do Poder Público, afeta sem dúvida o desenvolvimento pleno de crianças e adolescentes, desta forma reconhecida a inexistência da decantada PRIORIDADE ABSOLUTA no atendimento aos direitos/interesses de crianças e adolescentes, neste município.

Lembra ainda que uma boa Administração deve priorizar projetos que visem à erradicação das drogas e exploração sexual infanto-juvenil, a pobreza e a marginalização, bem como fomentar a implementação de políticas de saúde e educação, antes de efetuar doações às atividades carnavalescas.

O MP deu o prazo de 10 dias para que a Prefeitura se manifeste sobre o assunto. Adverte que o eventual descumprimento ou desobediência aos termos da poderá implicar na adoção das providências judiciais cabíveis."

Reportagem do portal www.noticiasdefloriano.com.br

.

NO PAAAAUUUUUU. MAS VEM AÍ A REPESCAGEM.

.
. .
.
Há um narrador de futebol chamado SILVIO LUIZ. Assistir a um jogo pela TV com ele narrando ou você morre de raiva dos bordões e piadas que ele costuma pronunciar, ou, de outro modo, assiste a uma das melhores formas de narrar um jogo. Principalmente se for um jogo chato. Ele, para mim, é impagável. Os bordões que mais me lembro são: "Olho no lace" e quando a bola é chutada e bate na trave ele diz "No pau", de forma bem estridente e prolongada.
.
Pois bem, na cidade de Ana Flores, aquela cidade fictícia que criei, há dois times de futebol principais que estão disputando um campeonato que começou em 2008 e agora estão nas finais. Os times principais são "Profetas do Futuro" e "Juventude Roubada". Um dos jogos mais interessantes de se acompanhar, evidentemente narrado por SILVIO LUIZ, aconteceu por esses dias. Foi pura adrenalina. Foi um "Deus nos acuda". Será??? O final do jogo foi narrado assim:
.
O time dos Profetas do Futuro estavam atacando o tempo todo. Já o Juventude Roubada estava na defensiva com medo de perder o jogo já quese no final. Um atacante dos Profetas do Futuro recebeu a bola no meio de campo e se dirigiu rumo à área do Juventude Roubada. Daqui pra frente é o SILVIO LUIZ:
.
O atacante dribla um, dribla dois e vai em direção ao gol. Olho no lace. Chutou e... no paaaaauuuuu. Pelo amor dos meus filhinhos, o que que eu vou dizer lá em casa? A bola bateu caprichosamente na trave.
.
.
.
Eu viajei na quarta-feira passada (19/01/2011) às cinco horas da manhã a Teresina. Não sabia o que estava acontecendo. Um amigo me perguntou se tinha ido pra ver o goleiro do Juventude Roubada com a cara envergonhada descendo do avião. Perguntei do que se tratava. A pessoa respondeu: "Vai dizer que tu não está sabendo?" Insisti e pedi que me contasse logo. Foi aí que fui atrás da história. Não, ele não estava lá. Que merda. Mas a pessoa, que tem um certo grau de conhecimento dessas coisas me disse que vem aí a segunda chamada. Ou numa linguagem futebolística, a repescagem. Hhhuuuu. Vamos ficar aqui na arquibancada só esperando acontecer, com o time dos Profetas dos Futuro, o que vemos na foto acima.
.
Aí o SILVIO LUIZ vai dizer: "Tá lá dentro. Foi mais um gol brasileiro, meu povo."
.
.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

GERENTE DA CHESF FALA AO PREFEITO SOBRE PERÍODO CHUVOSO.

.
.
.
Na foto de HENRIQUE MOURA / SEMCOM (Teresina-PI) pode-se ver falando ao microfone o Engenheiro Eletricista e Gerente Regional da CHESF no Piauí AIRTON FEITOSA e o Prefeito de Teresina, de óculos e último do lado direito, ELMANO FÉRRER. Leia reportagem do Portal AZ (que pode ser lida na fonte clicando AQUI.
.
.
"PREFEITURA REALIZA REUNIÃO PARA PREVENIR INUNDAÇÕES
.
quarta, 19 de janeiro de 2011
.
O prefeito Elmano Férrer reuniu hoje (19), no Palácio da Cidade, dirigentes de órgãos municipais ligados à execução de obras, assistência social, planejamento, comunicação e defesa civil para uma avaliação do período chuvoso de 2011. A reunião contou com a participação do meteorologista Mainar Medeiros e do gerente regional da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), Airton Freitas Feitosa, que fizeram um relato sobre as previsões de chuvas para este ano.
.
O meteorologista Mainar Medeiros não descarta a possibilidade de ocorrência de chuvas concentradas em algumas regiões do Piauí, inclusive Teresina. Ele disse que o Brasil enfrenta atualmente os efeitos do fenômeno “La niña” que prevê chuvas fortes no Nordeste e seca no Sul. Há previsão de chuvas fortes para o final de janeiro e todo o mês de fevereiro.
.
O prognóstico elaborado pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) é tranqüilizador. O gerente regional da empresa, Airton Freitas Feitosa, explicou que a expectativa é de ocorram precipitações nas mesmas proporções do que foi registrado em 2010. Não há previsão de enchentes. A barragem de Boa Esperança está operando com apenas 36% de sua capacidade e mais uma vez deve funcionar como mais importante reguladora da vazão do rio Parnaíba.
.
O prefeito Elmano Férrer informou que as reuniões setoriais serão realizadas semanalmente. “As primeiras providências já foram adotadas com a transferência de famílias de áreas de risco para o Residencial Padre Pedro Balzzi. Todos os órgãos ligados à infraestrutura, assistência social e defesa civil estão prontos para agir em casos de necessidade”, explicou Elmano."
.
.

domingo, 16 de janeiro de 2011

JOSUÉ, ANTONIO, FLORIANO, MOISÉS.

.
.
.
Estes são os caras. São irmãos de minha mãe. Não estão todos aí, faltam dois. Mas esta foto revela um momento de união entre eles. Estão em Aracaju-SE passando uns dias de férias na cidade e no interior. Da esquerda/direita temos: JOSUÉ, ANTONIO, FLORIANO e MOISÉS. Estão com a vida boa, só curtindo depois de anos de batalha. JOSUÉ é Advogado. ANTONIO e FLORIANO oficiais do Exército na reserva e MOISÉS está aposentado.
.
Quando fui ao Rio de Janeiro fiquei na casa do tio Floriano. Depois fui morar em Belo Horizonte na casa do tio MOISÉS, aos quais sou grato por terem me suportado enquanto eu não sabia exatamente o que iria fazer na vida. Tinha uns dezoito anos. Depois fui morar em Natal. Em seguida fui fazer vestibular e me formei. Resumo.
.
Há uns quatro anos fui a Aracaju passar o reveillon na casa do tio ANTONIO. Desde então nunca mais fui lá. Que pena, mas não vou desistir. Tio JOSUÉ é com quem com mais frequência me encontro. Mora em São Luis. São gente boa e de caráter. Tenho orgulho de ser sobrinho deles.
.
.

SADAN, PLATÃO E LEÃO: MUITO MAIS QUE COSTUME.

.
.
.
"O cachorro Leão se mantém ao lado da cova da dona, Cristina Maria Cesario Santana, vítima do deslizamento em Teresópolis, RJ (15/01/2011)" Foto: AFP. Esta foto tem provocado comoção em muita gente e o meu irmão, AIRTON FEITOSA, foi quem me enviou junto com o relato dele corroborando o fato que entre homens e animais pode haver vínculo sentimental mais profundo do que simplesmente "um acostumar-se". Leia a narrativa do AIRTON e acesse o portal com a notícia sobre os desabamentos no Rio de Janeiro clicando AQUI.
.
Também tive um cachorro chamado Platão cuja morte já narrei aqui no Blogue com o nome: "A BELA MORTE DE PLATÃO DE BRASÍLIA" contada em cinco partes, leia cliclando AQUI.
.
.

"Ao longo da minha vida já criei muitos animais. Mas, o que mais me chama atenção e com o qual mais tenho me identificado é o cachorro. Ainda guardo comigo uma lembrança muito forte de todos eles. Da Chorrinha, do Veludo, do Chorrinho, do Zaú e do Sadan! Mas, o relacionamento com o Sadan foi muito diferente dos outros. Ele se foi e mesmo após 5 anos e 7 meses da sua morte continuo sonhando com ele. Às vezes acordo sentindo-o lamber o meu pé, como ele fazia lá em Paulo Afonso.
.
Com a morte do Sadan, com certeza, foi-se um pedaço de mim. Ele me ouvia, me entendia, sabia quando eu estava triste, sabia quando eu estava alegre, sabia quando eu ia viajar, mesmo sem dizer a ele, sabia que quando eu retornava da Missa nos sábados à noite trazia comigo um pedaço de bode assado para ele comer. Gostava também de um picolé de morango! Sempre me esperava no retorno do meu trabalho. Estava lá ele firme. E quando o “Monza” roncava, ele já se postava de pé e começava a latir. Tinha ciúmes de mim. Se alguém se aproximava, ele já ligava o seu alerta. Foi um grande amigo! Está sepultado no Jardim da Usina Apolônio Sales.
.
E hoje, vendo a cena da fotografia acima, num cenário de desilusão no Rio de Janeiro, quando um cachorro é fotografado ao lado da cova da sua dona, cada vez mais acredito que o Sadan me entendia, assim como eu o entendia também.
.
Somos ainda bons amigos!"
.

Texto de: AIRTON FREITAS FEITOSA.

.

sábado, 15 de janeiro de 2011

2012: REDENÇÃO.

.
.


.
Em 2012 vamos jogar isso na lata do lixo.
.
.

Reclamamos muito aqui e alhures do fato inquestionável de o atual prefeito de Floriano ser um completo incompetente para administrar a cidade. Disso ninguém duvida, ou quase ninguém. A cidade, com ele, se tornou um lugar triste, desprezado, descuidado que causa vergonha a muitos moradores em vista da incapacidade total para administrá-la e da falta de um plano administrativo.
.
Amadores fizeram da prefeitura um lugar para o exercício do desconhecimento administrativo. Não há planos de curto, médio e longo prazo. Tanto é verdade que se não fossem as verbas dos governos Estadual e Federal este prefeito não teria feito uma obra sequer. Nem mesmo uma reforma tão elementar como a da praça do centro da cidade.
.
A cidade é caos completo. Mas poderiam objetar que é por causa das chuvas e das obras do PAC (Governo Federal). Esta é uma objeção possível, mas não completamente acertada. Há sete anos que estamos sem saber para onde vamos com esse descalabro administrativo. Já descemos nos medidores dos índices econômicos e sociais como consequência da incompetência desse prefeito.
.
Dito isso, o que muita gente em Floriano já sabe, vamos ao que temos como alternativa à incompetência e falta de planejamento do atual prefeito. Mas antes tenho de deixar uma mensagem de esperança aos florianenses já bastantes decepcionados: em 2012 teremos o dever moral de jogar esse momento que vivemos na lata do lixo de nossa história como forma de esquecermos que um dia a nossa cidade foi capaz de eleger um sujeito completamente despreparado para administrá-la.
.
Faço parte de um grupo político que faz oposição à incompetência e despreparo do atual prefeito. Como forma de propormos uma alternativa ao caos administrativo um dos líderes desse grupo me expôs uma ideia que deverá ser discutida e posta em prática pelos próximos dias.
.
A ideia básica é simples: serão convidados líderes de vários segmentos sociais, profissionais, políticos, culturais (educacionais), religiosos, de saúde para que, em cada reunião de cada segmento, discutirmos propostas e projetos para a nossa cidade. Dos convidados deseja-se que participem expondo as demandas de cada segmento para que as ideias que tenham pontos em comum com a maioria dos membros sejam integradas em vista da elaboração de um plano de governo.
.
Desse modo toda a cidade terá participado da elaboração do que será planejado e realizado na cidade. É diferente dos argumentos tacanhos que ouvimos por aí que diz que se foram expostos planos diferentes de administração durante a campanha e os eleitores escolheram um, então já estaria contida a participação da sociedade porque ela teria escolhido.
.
Aqui ela participará da elaboração. É muito diferente e tem a vantagem de colocar o próximo prefeito numa posição confortável diante das realizações que virão, pois a própria população terá definido o que deverá ser feito. O comprometimento da população com a administração será participativo e não apenas na posição de espectadores.
.
O autor da ideia principal é o professor NELSON JÚNIOR que está participando de um curso de Mestrado, mas já nesta semana chegará para nos reunirmos preliminarmente e organizarmos as reuniões.
.
Quem será o nosso candidato a prefeito em 2012? Há vários nomes que poderão nos representar como candidato, tanto experientes como nomes novos. Nossa preocupação, neste momento, não é esta. Temos pessoas qualificadas intelectual e tecnicamente para apresentarmos aos eleitores. Estamos tranquilos quanto a isto.
.
O que nos move é a esperança que temos em ter um prefeito competente e capaz de tirar a nossa cidade do buraco em que o atual a colocou desavergonhadamente. O que nos move é a esperança de termos orgulho, outra vez, de nossa cidade, de sermos alegres por morarmos num lugar digno de se viver.
.
Em breve voltarei a este assunto com mais detalhes. Resta ressaltar que seremos os primeiros a realizar este procedimento democrático. Tenho de dizer isto (não precisaria), mas “a ignorância é audaciosa”, como diria o ex-senador MÃO SANTA citando CÍCERO. E outros poderiam fazer-se pai da ideia.
.

MEU AMIGO E A FILHA DO PORTEIRO.

.
. .
Certa vez estava no apartamento em que fui morar em Fortaleza com meu irmão e um amigo. Havia chegado recentemente de Floriano. Tinha, então, 15 anos e estava sem fazer nada. Esse amigo veio e falou sobre a possibilidade de vermos uma garota tomando banho.
.
Seria fácil. Bastaria irmos até o outro corredor de apartamentos e nos abaixarmos no andar de cima para vermos a garota através da janela do banheiro que ficava no térreo. Fiquei interessadíssimo e saímos rumo ao tal corredor. Chegando lá nos posicionamos e começamos a apreciar todo o espetáculo que ela dava ao se ensaboar.
.
Que maravilha, pensei na hora. Hoje não tenho a menor ideia se ela era bonita ou não. Não me lembro se ela tinha um corpo bonito ou não. Mas naquela hora não houve qualquer dúvida sobre olhar ou não para ela. Tinha de acompanhar meu amigo no entusiasmo, pois a cada segundo ele pedia que eu confirmasse que ela era um colosso.
.
Esse amigo é uns cinco ou seis anos mais velho que eu. Então, com tanta testosterona nos nossos corpos e com uma mesada restrita tínhamos que seguir a lógica do cantor BELCHIOR e amar as mulheres com as mãos. Desse modo, todo dia tinha de amá-las três vezes ao dia. Em dias mais ocupados eu as amava duas vezes.
.
Assim tínhamos de inventar e criar as mais diversas situações e fantasias para tanta testosterona. Assistir àquela garota tomando banho era uma situação com todas as possibilidades de ela se transformar em mais uma amante minha. Eu amava todas as mulheres que me interessavam. E aí estavam incluídas as que moravam no mesmo prédio.
.
Esse amigo já tinha, em relação à garota, intenções mais concretas. Quando ela terminou o banho corremos até o apartamento e ficamos por alguns minutos. Foi então que ele me convidou para irmos até o lugar em que ela morava.
.
Era a filha do porteiro. Era a casa do porteiro. O cara trabalhava e tinha a comodidade de morar com a mulher e filhos no mesmo local. Homem de sorte, pensei. Mas o lugar tinha um odor terrível.
.
Não era um apartamento propriamente. No térreo, entre os pilares de sustentação do prédio, tinham construído um local com dois quartos e uma sala que também era cozinha. Por ser ladeado pelas paredes do prédio não havia janelas. Só duas portas. Uma na frente e outra na parte de trás.
.
Sem circulação de ar o cheiro do local era uma mistura terrível de mofo e sujo. Não suportei com a mesma desenvoltura que esse amigo demonstrava sentado ao lado da garota e da mãe dela. Fez elogios aos enfeites de parede e fotos de familiares expostas numa pequena estante.
.
Eu estava doido para sair dali. Não estava aguentando mais aquele odor. Principalmente porque percebi que ela não tinha irmã, só irmãos. Mas fiquei por força dos apelos que esse amigo me fazia com seus olhares. Tinha de colaborar na sua empreitada.
.
Quando ele terminou com toda a encenação saímos e fomos de volta ao apartamento. Chegando lá reclamei daquele odor terrível. Perguntei se ele não havia notado. Ele disse que sim, mas tinha de ficar mais um pouco para impressionar e tentar conquistar a garota e deixar de amá-la apenas com as mãos.
.
Como pode alguém viver num ambiente daquele e não notar que fede tanto? Perguntei. Esse amigo respondeu que por terem se acostumados eles nem percebiam. Duvidei, mas ele confirmou perguntando se eu sentia o cheiro do meu sabonete alguns minutos após o uso.
.
Nosso olfato se acostuma. É assim mesmo. Disse ele. E como ela praticamente havia nascido lá não tinha a menor noção que aquilo fedia feito merda. Tudo aquilo era normal, comum e único. Era a realidade dela e suas circunstâncias. Era a sua realidade e sua verdade.
.
Nada poderia ser melhor que sua casa. Lá é que era bom. Não entendi naquele momento por que ao nos acostumarmos com certas coisas, principalmente quando apresentadas a nós como verdadeiras ou únicas, passamos a aceitá-las e defendê-las com todas as nossas forças e argumentos.
.
Quem já leu o livro “A República” do Filósofo grego PLATÃO pôde entender, na sua Alegoria da Caverna, o diálogo criado entre SÓCRATES e o irmão mais novo do autor, GLAUCO.
.
Como pode alguém não enxergar a realidade exterior ao que esse alguém imagina ser a realidade? Como pode aquela garota não sentir o odor terrível do local em que morava? Como pode um fanático religioso acreditar em tudo o que um religioso sedento por dinheiro e poder lhe põe na cabeça?
.
Leia a Alegoria da Caverna e veja como o mundo pode ser bem diferente daquilo que imaginamos ou temos certeza de que ele é.
.
Quanto à garota? Esse amigo conseguiu alguma coisa com ela, pois após o encontro na casa dela só vivia me condenando por continuar amando as mulheres com as mãos. Mas o que poderia eu fazer? Com uma mesada restrita e com poucos meses numa cidade imensa como aquela, não tinha como ser diferente.
.
Poderia continuar arranjando situações novas para dar conta de tanta testosterona, ou voltar para Floriano e continuar indo quase diariamente ao “Pau Não Cessa”.
.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O ORGULHOSO E OS RESSENTIDOS - II.

.

Qual, então, a raiva maior que os malogrados ressentidos têm do “ex-presidente”? LULA fez pelo país o que nunca antes tinha sido feito. Grupos privilegiados se mantiveram no poder por todo o período histórico anterior a ele e nunca fizeram nada no nível que LULA fez.

Tudo o que fizeram foi em benefício de poucos privilegiados e depois propalado como sendo do interesse de todos. Generalizaram seus interesses para que fossem sentidos como a vontade de todo mundo.

Mas LULA mudou tudo, ou quase tudo, nesse modelo de governo. Nunca antes na história deste país haviam tirado, através de políticas sociais, tanta gente da miséria. Nunca antes na história deste país pobres conseguiram realizar tantos sonhos.

Mas o ódio ressentido maior é que LULA fez e disse que fez. Pior ainda, mostrou o que fez. E é exatamente aí, entrando gloriosamente na história, que LULA desagradou. Como pode um pobre fazer mais que um aristocrata? É inadmissível. É um ultraje.

Quando fez e disse que fez, LULA se mostrou um completo, um orgulhoso, garboso, viril. Visto assim por 87% da população do Brasil causou na minoria odiosa e ressentida um pavor incontrolável de perda do poder.

O ressentido tem ódio do orgulhoso. O orgulhoso o é porque agiu e conseguiu fazer o que deveria ter feito. O odioso ressentido não fez e todo mundo sabe que fracassou. Já o orgulhoso é reconhecido.

FHC disse que o PSDB precisa aprender a governar para os pobres. Eles governaram para eles mesmos o tempo todo. E agora que não estão no poder tiveram a oportunidade de aprender como governar com o ex-presidente LULA. Não governaram e nem aprenderam como fazê-lo.

Aprender com as lições de um pobre? A frase de FHC é só retórica política porque eles sabem mesmo é governar para os ricos. E estes estão sem representação. Estão cheios de ódio e ressentimento como nunca antes na história deste país.

.

P. S.: Pode-se objetar que eu também não escrevo mais o nome do prefeito de Floriano aqui no Blogue. Mas é um argumento sem lógica, pois foi ele quem foi à Justiça me impedir de fazê-lo. Falo também que o momento histórico que registra a passagem dele pela prefeitura deveria ser jogado no lixo. Isto em vista de sua completa incompetência para administrar a cidade. Prova disso posso argumentar a partir de uma pesquisa feita pelo Instituto Data AZ em que a população o classificou como o quarto pior prefeito do Piauí (E publicada pelo portal Notícias de Floriano). E também o fato dele ter sido estrondosa e vergonhosamente vaiado em pleno carnaval de 2010. Não há como comparar. Seria apelação.

.

O ORGULHOSO E OS RESSENTIDOS - I.

.
.
.

Alguns meios de comunicação nacionais estão agindo de forma quase subliminar e omitindo o nome do ex-presidente LULA em seus textos e reportagens (revistas, portais, jornais). Para eles não existe o ex-presidente LULA. Os termos que estão utilizando para referirem-se a ele são: “O presidente que encerrou o mandato”, “O presidente que deixou o cargo”, ou a mais usada das expressões “O ex-presidente”.

O que há por trás disso? Querem apagá-lo da história? Querem esquecê-lo? Querem que desapareça? Vejo aí o mais torpe veneno dos ressentidos sendo expresso através da lógica implacavelmente odiosa posta entre classes.

A evidência mais explícita que comprova o que tenho a dizer foi expressa na última campanha para presidente quando o candidato que representava os interesses desses meios de comunicação incitou (explícita ou implicitamente) o ódio não apenas contra a candidata do “ex-presidente”, mas ao projeto político-ideológico que fundamentou as ações governamentais.

Lembro os casos de puro ódio ressentido revivendo as atitudes completamente carentes do mínimo grau de moralidade tomadas pelo candidato derrotado dos meios de comunicação nacionais: conluio com os reacionários das igrejas, denúncias vazias, bolinha de papel, a farsa do aborto...

Logo após o resultado das eleições explodiu esse ódio incitado nos malogrados ressentidos através de redes sociais na WEB. Classe contra classe. Ricos contra pobres. Sulistas contra nordestinos. Tudo isso foi reavivado dentro dos malogrados ressentidos.

Esses tais odiosos querem criar no Brasil a mesma atmosfera política que se vê nos E. U. A. pós-eleição de OBAMA. Há um movimento ultraconservador chamado Tea Party que é fonte de incitamento para os malogrados ressentidos de lá agirem como agiu o torpe assassino que atentou contra a vida de uma deputada e matou outras tantas pessoas. Tudo porque, incitado, o já pré-disposto assassino levou às últimas consequências o ódio pelo diferente.

Estes meios de comunicação estão perto de chegar ao lugar que pretendem. Para isso revelam a insuportável constatação que o poder público passou a servir ao público e não penas ao grupo que sempre foi privilegiado. O grupo defendido pelos meios de comunicação nacionais.

Pobre enriquecendo. Pobre morando em casas e apartamentos. Pobre comprando carro. Pobre se vestindo. Tudo isto é um ultraje para os malogrados ressentidos. É a causa do ressentimento dos eternos privilegiados.

Então, é melhor esquecer, apagar o nome do causador de todo esse ressentimento. O causador da melhoria na vida dos pobres. Pretendem apagá-lo, se pudessem, até dos manuais de História. Mas como não podem estão praticando em seus domínios, em seus pobres manuais: revistas, portais e jornais.

Mas que trabalheira vai dar para apagar a memória dos pobres deste país. Como também não podem pegaram a via da violência: “Vamos afogar todos os nordestinos”...

A origem disso tudo está nos comentários dos missivistas de revistas, portais e jornais pagos para levar até as últimas consequências o ódio dos malogrados ressentidos. Isto feito aos poucos e continuamente, como fogo em mato seco, vai se tornando incontrolável. Mas os incendiários podem ser claramente identificados.

.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O MEU DEMIURGO SERIA ASSIM.

.
.
.
No dia 17/12/2010 fiz uma postagem chamada “Sofia e o pombo cristão”. Recebi um comentário hoje que diz assim: “tomara que o teu castigo seja a morte, que Deus não tenha pena de você”. Está lá. Não costumo publicar coisas assim. Apago mesmo. Mas este me causou uma estranha vontade de responder. Assim saiu o texto que se segue. Sei que muita gente não gosta quando falo dessas coisas, mas os caras ficam me provocando. Então vamos lá.
.
Se eu admitisse a existência de um Demiurgo ele seria um democrata. A noção de democracia é uma construção cultural (não precisa dizer que é humana), mas é por isso mesmo, por nossa medida que eu enquadraria o Demiurgo nesse conceito. Assim subtende-se que ele não disse quem era. E nesse não declarar-se vê-se que ele não interferiria em nossa realidade. Ao não interferir diz tudo sobre si e nos deixaria enquadrá-lo a partir dos nossos conceitos.
.
É uma atitude diferente da dos judeus e cristãos, pois estes põem na boca do Demiurgo os seus próprios conceitos para que Ele os diga para nós. Desse modo o que dizem do Demiurgo para nós é o que eles dizem que Ele é. Tudo para enquadrar a humanidade dentro de sua moral. O mundo torna-se, assim, o mundo dos cristãos e judeus e não o mundo da humanidade. Tudo é apenas um mero mecanismo de interesse pelo poder.
.
Se se modificarem os valores da moral judaico-cristã ter-se-á um mundo da humanidade. Se se admitirem a moral judaico-cristã ter-se-á um mundo judaico-cristão. E o meu temor reside aí, pois os radicais que pregam a “tolerância” são os mais intolerantes. NIETZSCHE disse: “’Não julgueis’, dizem eles [religiosos], mas mandam para o inferno tudo que estiver em seu caminho”.
.
Mas vejam só: dizem que todo ser humano é filho do Demiurgo(porque o significado da palavra assim diz). Cada ser humano é o templo do Demiurgo. Sendo uma relação entre um criador e sua criatura é, portanto, uma relação de pai e filho. Um pai nunca deixará de ser pai. Um filho nunca deixará de ser filho. Mesmo que ambos se reneguem esses laços não se romperão por uma questão mesma de compreensão lógica de origem, aparecimento, surgimento, causa do filho.
.
Logo, todo ser humano, mesmo que “pagão” (igual a mim, pois não sou batizado) é filho do Demiurgo. Se assim o é, ainda assim continuará sendo seu templo.
.
“O vosso corpo é o templo do Espírito de Deus” (1 Cor 6,19). Quem destruir o templo do Demiurgo será destruído por Ele. Como pode um cristão desejar a morte de um “pagão”? Como pode um cristão pregar a morte de um ser humano que atravessou o seu caminho?
.
É muito estúpido um sujeito assim, pois não entende nem aquilo em que crer. Se entendesse a “religião do amor” não teria o peito cheio de ódio.
.
O meu Demiurgo seria democrata porque um democrata permitiria que os outros pensassem o que quisessem com o direito de dizê-lo publicamente. Um democrata não puniria ninguém que fosse diferente dele.
.
Talvez esse comentário tenha vindo, como se pode observar, de pais que vivem com uma medalha do cristianismo no peito e é incapaz de aceitar que o filho tenha uma postura religiosa distinta da sua, ou mesmo não tenha nem religião. Deve ter saído daí esse tipo de comentário raivoso e sem nenhuma capacidade de ri de si mesmo.
.
.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

SEXTA-FEIRA DOS AMIGOS.

.
.
.
Encontro de amigos na casa do ODI. Foi na sexta-feira 07/01/2011. Levamos a cerveja e ele (SORAIA) fez os tira-gostos: queijo assado, costeletas de leitão, peito de frango. É mole? Na foto temos (esquerda/direita): EDIVALDO QUEIROZ, ANTONIO JOSÉ RODRIGUES, MARCELO BRANDÃO, ODIMÓGENES SOARES, EVERARDO LUZ e JORGE QUEIROZ. Todos professores. Clique nas fotos e verás melhor.
.
.
Nesta foto temos (esquerda/direita): MARCELO BRANDÃO, eu e AJRS (ANTONIO JOSÉ RODRIGUES DA SILVA). MARCELO é contabilista (UESPI), eu Filosofia (UECE) e AJRS Mecânica/Matemática (UFPB/IFPI-Floriano). Somos amigos de longas datas e respeitamos essa amizade sendo dignos uns com os outros. Vale a pena ser amigo de caras assim.
.
.
Eu e EVERARDO, Física (UFPI). É um dos melhores amigos que tenho. E sei que quem priva de sua amizade também sente o mesmo que eu. Grande amigo.
.
.
Eu e AJRS. A Bohemia já estava acabando, mas a amizade vai continuar por longos anos. Tenho sorte de ter um amigo como ele. A demora do flash causou meus olhos semifechados.
.
.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

O FILHO BASTARDO DE ESCULÁPIO E A MALA PRETA.

.
.

.

Ana Flores é a cidade fictícia desse brasilzão em que ocorrem fatos como em tantas outras e da mesma natureza e magnitude. Me contaram mais uma que senti a necessidade de metamorfoseá-la aqui também. Os personagens também são fictícios já que numa cidade assim não haveria de ter personagens reais, pois não.
.
São dois os personagens dessa pequena saga de corrupção. Um deles, e o principal, é um filho bastardo (e bote bastardo nisso) de Esculápio, deus da Mitologia grega responsável pela saúde e deus da Medicina. O outro é um dissidente da oficial profissão de banqueiro. Ora, se é dissidente do oficial, até que se oficialize, então não é legal.
.
Estamos no campo da ilegalidade que envolve as ações, as palavras, os propósitos e a origem do que medeia a relação de ambos. É um terreno movediço, perigoso, arriscado, mas que atrai os malditos imorais e corruptos como as flores com pólen atraem as abelhas.
.
O filho bastardo de Esculápio foi à capital do estado em que fica localizada a cidade de Ana Flores. Foi se socorrer com outro dissidente da bancaria oficial. Este mais musculoso e poderoso do que o personagem correlato dessa saga.
.
O capo di tutti capi está com as mãos na cabeça sem saber o que fazer com todos os outros dissidentes da bancaria oficial que estão ameaçando através de cobranças nada educadas executarem as dívidas que o capo di tutti capi fez durante a última eleição que houve em Ana Flores.
.
É assim: o capo di tutti capi pediu dinheiro emprestado para financiar a campanha de um candidato seu. Gastou todo o dinheiro e não conseguiu eleger o mala sem alça. Agora chegaram as faturas e a fonte de onde pretendia sacar todo o dinheiro para pagar as dívidas secou. Está seca, seca. Não há mais dinheiro nem mesmo para fazer as coisas mais básicas.
.
Então, o filho bastardo de Esculápio voltou da capital com uma mala cheia de dinheiro. Foi ao dissidente da bancaria oficial de Ana Flores e mostrou a mala preta cheia.
.
- Estou chegando e vim te pagar os juros da dívida total. Toma vinte mil. O restante vou levar a outra cidade cujo nome refere-se ao bom filho de Deus. Os cobradores de lá estão exaltados e podem pôr tudo a perder, principalmente se vier a público que há essa dívida e as autoridades vierem a tomar conhecimento. Então vou lá e boto um pouco de dinheiro nas mãos dos bestas e ele ficarão calados por um bom tempo. Disse o filho bastardo de Esculápio.
.
O dissidente da bancaria oficial comentou: - Então, você parece muito orgulhoso por ter credibilidade para carregar tanto dinheiro do capo di tutti capi. Mas tudo já deve estar com o destino rubricado, não é?
.
- Isso mesmo, disse o filho bastardo de Esculápio. Não há como eu mexer aqui sem que o capo di tutti capi fique sabendo de um jeito ou de outro. Na verdade sou apenas um mala preta. Um carregador de dinheiro sujo. Sou um farsante. Um merda mesmo.
.
- Mas muito fazem o que você está fazendo sem ter a menor cerimônia. Além do mais você faz parte e se beneficia do esquema, por isso deveria se sentir orgulhoso de ser o responsável por causa tão nobre. Falou o dissidente da bancaria oficial.
.
- É, mas se eu for flagrado com essa mala preta de dinheiro sujo? Como vou explicar? Como vou justificar? Isto aqui é dinheiro sujo e como tal deve ficar assim, pois nem mesmo o capo di tutti capi tem como explicar isso tudo se acaso eu for pego. Disse o filho bastardo de Esculápio.
.
Bom, ao cabo dessa história fica uma certeza: a cidade de Ana Flores serve a esses corruptos canalhas apenas como um balcão para a troca de favores sujos. A cidade é apenas um meio de legalização da roubalheira toda. Parece contraditório, mas é assim mesmo. A cidade tem retirada de si a sua riqueza e em si mesma esse roubo é legalizado através de mecanismos que o capo di tutti capi conhece como ninguém.
.
Pobre Ana Flores. Pobre dos anaflorenses.
.
Vivas ao capo di tutti capi e ao filho bastardo de Esculápio.
.
E a deusa Nêmesis fica calada sem ver nada, sem falar nada. por quê?
.
.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

ZÉ BARÃO E O POLÍTICO CORRUPTO.

.
.
.

Ana Flores é, como já disse antes, uma cidade fictícia situada neste brasilzão. Como todas as cidades, tem tudo o que todas têm. Gente, turistas, carnavais, políticos corruptos, ruas, comércio, escolas...
.
Zé Barão é um desses personagens que compõem a população da cidade. É, como poderíamos dizer, um anaflorense de ocasião, pois mora numa cidade vizinha a Ana Flores e vive de negócios: indo e vindo constantemente. Zé Barão se dispôs a ajudar um político conhecidamente corrupto de Ana Flores na eleição que, ao fim e ao cabo, o pôs no poder. Este político ficou, então, lhe devendo esse favorzinho. Zé Barão cobrou a fatura, é claro.
.
Zé Barão fez bons negócios e até já se dizia satisfeito em vista de já ter sido beneficiado de várias maneiras pelo político corrupto que, enfim, estava apenas pagando a tal fatura.
.
Certo dia Zé Barão foi ver com o político corrupto o porquê de não ter conseguido continuidade num pagamento que vinha recebendo regularmente por conta de “serviços” prestados ao político corrupto.
.
- Mas rapaz, o que está acontecendo com o nosso trato? Não estou conseguindo receber mais nada daquilo. Já tentei falar com um e com outro e nada. Disse Zé Barão ao político corrupto.
.
- Pelo amor de Deus, não estou conseguindo pagar mais nada. Está tudo parado por falta de dinheiro. A fonte secou. Não estou pagando a ninguém já faz tempo. Respondeu o político corrupto dando mostra de desespero e com as mãos postas na cabeça para ressaltar o descalabro.
.
Zé Barão, então, retrucou: - Eu te avisei para não entrar nesta última campanha. Era barca furada. Todo mundo sabia que não tinha como o seu candidato ser eleito. Você foi de doido, mas não foi por falta de aviso.
.
- Eu sei rapaz, mas minha famiglia não quis saber e me encostou na parede. Tive de ceder. Eu sabia que não iria dar certo. Era uma mala sem alça pesada demais para se carregar. O resultado foi a insolvência dos nossos negócios. Deu nisso. Não há mais dinheiro para nada, nada mesmo. Revelou a Zé Barão o político corrupto.
.
Zé Barão não é homem de papa na língua, disse ao vento que nunca tinha visto um político tão frouxo, sem autonomia e sem firmeza, pois é a famiglia quem manda nas coisas. E que dele a cidade de Ana Flores não pode esperar nada além do que tem feito. E que a coisa este ano vai piorar ainda mais.
.
Zé Barão disse saber de muita coisa malfeita pelo político corrupto. Que o político corrupto não se meta com ele porque pode abrir o bico mais ainda. Zé Barão falou isso quando perguntado se não tinha medo de dizer o que disse do político corrupto.
.
Tornei-me fã de Zé Barão. E assim que ele resolver contar mais uma do político corrupto irei narrá-la aqui.
.
.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

DIEGO GROSMANN.

.
.
Quero parabenizar DIEGO GROSMANN pela aprovação na seleção de Mestrado para Ciência da Computação, iniciando já em 2011, na Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA - (UERN) no Rio Grande do Norte.
.
DIEGO foi meu aluno no último período do Curso TADS no IFPI - Floriano neste último semestre, na Disciplina Ética Profissional.
.
Aluno de relevante empenho na sua formação, desde o começo do período chamou atenção por contribuir semanalmente em suas participações tanto com opiniões e questionamentos quanto com a dedicação aos temas abordados. Pessoas assim, responsáveis e dedicadas, a gente nunca esquece.
.
Desejo sucesso e que todo o esforço envolvido no curso resulte na pós-formação de mais um profissional de primeira qualidade egresso do IFPI - Floriano.
.
.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

UM SEMIDEUS TRAIU O TITÃ.

.
.
.

Cronos é um Titã na Mitologia grega. Senhor do tempo. Ele foi destronado uma vez pelo filho Zeus. Começou o ano de 2011 e ele foi destronado mais uma vez. Desta vez por um semideus. Esse semideus se diz filho de Apolo, o deus patrono da verdade.
.
O semideus filho de Apolo tem um cronômetro apressadinho alimentado por baterias alheias. Tal cronômetro altera a percepção do tempo ao sabor de favores.
.
Eu tenho um cronômetro no meu telefone. Mas este meu cronômetro é safado, agitador, de oposição, merecedor de um processo por ter feito o que a dignidade, decência e honestidade dizem que deve ser feito. Tem de ser processado para aprender a não desmentir a relatividade do tempo corrompido. Tem de ser quebrado para não mais contar o tempo corretamente. Para aprender a contar o tempo mais rápido até chegar na medida exata do provedor de alimentação (baterias).
.
Mas este meu cronômetro é alimentado por minha bateria própria. Ele demorou um pouco, mas criou vergonha na cara para não mais precisar de baterias corrompidas. Por isto ele marca o que tem de marcar sem ser corrompido. Sem alterar temporalmente os fatos, a realidade.
.
Há cronômetros que acham que porque o tempo passou pode ser alterado ao sabor da mentira, da farsa, da falta de vergonha. Há cronômetros cínicos que mesmo querendo alterar o tempo para atender às necessidades desfalcadas da verdade não é capaz de alterá-lo em seu próprio benefício. Apressa o tempo para os outros, mas não é capaz de retê-lo para si próprio. Que merda. Esse semideus, filho de Apolo, não está com nada.
.
Porém, Cronos é antropomórfico. E como tal é herdeiro de sentimentos, dentre eles a vingança. Cronos há de se vingar dessa traição. Cronos foi traído pelo semideus filho de Apolo. Cronos há de saber que apostaram que todos engoliriam essa traição vergonhosa. Saberá que prometeram uma oferenda de um carneiro (minha versão) por mais um ano que passou. Mas aí levaram ao sacrifício um bode velho e sem chifres.
.
Um bode velho que sempre é levado ao altar e nunca é sacrificado. Fazem só uma encenação. Nunca cumprem a promessa de ser um carneiro. Todo ano é o mesmo bode velho. Posto que é sempre o mesmo bode velho que é levado para a encenação espera-se, para alívio da trupe, que venha de fora dos domínios do Olimpo o semideus filho de Apolo para emprestar carisma e farsa.
.
Quem esteve presente ao ritual de oferenda a Cronos viu que puseram um bode velho. Quem se calou e não denunciou a Cronos a farsa há de se ter com ele. Como disse, Cronos é vingativo. E sabem qual será a vingança de Cronos? Irá engolir a todos os farsantes.
.
Ainda bem que meu cronômetro é digital e é fiel a Cronos. Quanto aos cronômetros de baterias alheias, ai, ai, ai...
.
.

E A CHUVA COMPLETOU O SERVIÇO - II.

.
.


.
Rua Gabriel Ferreira. Esta rua tem um problema crônico. Há seis anos seus moradores e transeuntes sofrem com o descaso e incompetência. Todos os anos fazem e refazem os estragos das chuvas. Há de se perguntar: por que não fazem uma reconstrução definitiva acabando de vez com esse problema? Que há engenheiros civis na prefeitura, isso verdade. Por que cargas d'água, então, não resolvem de vez esse problema?
.
Que mistério há por trás da alternativa nada inteligente de fazer, fazer e fazer indefinidamente um mesmo serviço? Será só incompetência mesmo?
.
Os moradores dessa rua, precisamente desse pedaço aí, utilizam adjetivos nada lisonjeiros ao prefeito. Já estão cansados de reclamar, de pedir, de denunciar e... nada. Sabem o nome que se dá a isso (assim penso): INCOMPETÊNCIA.
.
.

E A CHUVA COMPLETOU O SERVIÇO - I.

.
.



.
Como havia mostrado o mato e o lixo acumulados na galeria da Av. Fauzer Bucar anteriormente, bastou uma chuva fora do comum para escancarar as consequências do descaso. Mas vamos dar uma de Pollyanna: pelo menos o lixo foi levado do local. Vamos ser otimistas, não é?
.
Essa chuva ocorreu na madrugada de domingo para segunda-feira passada. Voltei hoje de Teresina. Quando viajei na segunda-feira, estava chovendo forte e foi assim até a cidade de Amarante. Essas fotos foram captadas e enviadas por emeio a mim.
.
.

domingo, 2 de janeiro de 2011

CRONOS FOI CINICAMENTE TRAÍDO.

.
.
.
Amanhã falaremos do reveillon chenhenhem e da traição cínica, desavergonhada e audaciosamente falsa a Cronos.
.
.